18 Julho 2018

“Súmbula” apóia treinamento e iniciativas em prol de grupos marginalizados

O “Súmbula” de Jerusalém, desde a sua criação em 1988, cumpre sua missão, baseada principalmente na formação e reabilitação de grupos marginalizados.


Os cristãos na Terra Santa

Loading the player...
Embed Code  

Solicite Vídeo de Alta Qualidade
Copy the code below and paste it into your blog or website.
<iframe width="640" height="360" src="https://www.cmc-terrasanta.org/embed/15368"></iframe>
Solicite Vídeo de Alta Qualidade
Por favor, envie um email para :
info@cmc-terrasanta.org

Assunto: Pedido de Vídeo de Alta Qualidade

Mensagem:
Arquivo Pessoal / promoção CMC / TV Broadcasting

http://www.cmc-terrasanta.com/pt/video/os-cristaos-na-terra-santa-2/15368.html

Nenhuma parte deste vídeo podem ser editadas ou disseminada sem um acordo com antecedência com o Christian Media Center acordarem os termos e condições de publicação e distribuição.
Shirabee Yamada
Diretora executiva
"Você é muito bem-vindo ao Súmbula .. Sinta-se em casa!"

O Súmbula foi estabelecido em Jerusalém em 1988 com o propósito de criar oportunidades de trabalho em prol de mulheres, agricultores, minorias como beduínos, ciganos e pessoas com necessidades especiais de Jerusalém, Cisjordânia e Gaza.

Shirabee Yamada
Diretora executiva
“Nosso objetivo é criar oportunidades de emprego para os trabalhadores e ajudá-los a obter uma renda. Nós não damos somente o "peixe" para as pessoas carentes. Preferimos ensiná-las a pescar. Estimulamos a produção do artesanato tradicional de 23 organizações por toda a Palestina. Promovemos o acesso desta gama de produtos no mercado para ajudá-los a ganhar uma renda mensal. Além disso, incentivamos projetos especiais para que as pessoas desenvolvam suas habilidades e agreguem qualidade a seus produtos”.

O Súmbula também está envolvido no artesanato palestino e deseja ser uma ponte que interliga as cidades e as aldeias isoladas por meio de diferentes programas e projetos, abrindo assim a possibilidade para que seus membros se tornarem produtores.

O Súmbula depende precisamente das mulheres para produzir artesanato tradicional de qualidade e as incentiva a participarem de programas e projetos que promovam seus talentos de justiça social e empoderamento econômico, assegurando a eles, ao final do dia, uma renda digna.

Shirabee Yamada
Diretora executiva
“Também utilizamos bordados japoneses para embelezar nossos vestidos tradicionais, o que na minha opinião é comparável ao bordado local usados em vestidos de mulheres palestinas”

Maha Khoury
Departamento de Venda
“Dispomos de bordados, artesanato feito de madeira de oliveira de Beit Sahur, além de sabão feito de óleo. O mais importante, no entanto, é: a qualidade do produto deve ser alta. Na verdade, temos designers que realizam workshops com instituições com as quais trabalhamos, com o objetivo principal de melhorar e desenvolver a qualidade dos nossos produtos”.